Curtir e Compartilhar:

A maior usina de energia solar do Japão foi concluída na sexta-feira (9) em Setouchi, Okayama.

Os painéis foram instalados próximos ao porto de Kinkai, custando cerca de 110 bilhões de ienes (3,6 bilhões de reais).

No local, cerca de 200 pessoas se reuniram para a cerimônia de inauguração da usina, que já está funcionando desde o final de outubro.

A grande obra de engenharia foi feita em uma área equivalente ao tamanho de 56 estádios iguais ao Tokyo Dome, contando com 265 hectares preenchidos por painéis solares.

900 mil placas serão responsáveis por gerar 235 Megawatts de energia, o suficiente para abastecer 80 mil casas.

Além da energia elétrica gerada, a cidade de Setouchi, que administra o terreno da usina, ganhará da companhia elétrica responsável pela obra, um total de 10 bilhões de ienes até 2038 por conta do valor da terra.

Não é a primeira usina de energia solar do Japão. O país que não possui muitos recursos naturais em seu território, tem trabalhado com fontes de energia renovável para aos poucos se livrar da dependência de combustíveis fosseis, bem como, da perigosa energia nuclear.

Fonte: NHK WEB NEWS

Curtir e Compartilhar: