Curtir e Compartilhar:

FUKUSHIMA – O Departamento de Polícia do Japão liberou na segunda-feira (10) uma estatística com o número de mortos no Grande Terremoto de Tohoku, que atingiu o país em março de 2011.

Oito anos depois do desastre, a contagem de mortos e desaparecidos ainda não foi finalizada, mas as autoridades japonesas aos poucos estão liberando novos dados.

Os números informados pela polícia indicam que 15.987 pessoas morreram na tragédia, como pode ser visto na lista logo abaixo, segundo a província:

Miyagi: 9.542 pessoas
Iwate: 4.674 pessoas
Fukushima: 1614 pessoas
Ibaraki: 24 pessoas
Chiba: 21 pessoas
Tóquio: 7 pessoas
Tochigi: 4 pessoas
Kanagawa: 4 pessoas
Aomori: 3 pessoas
Yamagata: 2 pessoas
Hokkaido: 1 pessoa
Gunma: 1 pessoa

A identidade de 99% dos mortos já foi confirmada. A grande maioria daqueles que ainda não tiveram a identidade confirmada são de Miyagi e Iwate, as duas regiões mais afetadas pela catastrófe.

Já o número de desaparecidos é de 2.532 pessoas, segundo as estatísticas oficiais. Segue a lista por província:

Miyagi: 1.218 pessoas
Iwate: 1.114 pessoas
Fukushima: 196 pessoas
Chiba: 2 pessoas
Aomori: 1 pessoa
Ibaraki: 1 pessoa

Por fim, o Ministério da Reconstrução do Japão informou também os números de pessoas mortas por conta de sequelas deixadas pelo desastre. Este grupo inclui as pessoas que morreram devido à complicações no corpo por conta da vida em refúgios. Os números são de setembro de 2018:

Fukushima: 2.250 pessoas
Miyagi: 928 pessoas
Iwate: 467 pessoas
Ibaraki: 42 pessoas
Chiba: 4 pessoas
Kanagawa: 3 pessoas
Nagano: 3 pessoas
Yamagata: 2 pessoas
Tóquio: 1 pessoa
Saitama: 1 pessoa

O número total de mortos, desaparecidos e mortos como consequência do desastre totalizam 22.130 pessoas.

Fonte: NHK WEB NEWS

Curtir e Compartilhar: