Curtir e Compartilhar:

O gabinete do governo do Japão anunciou os resultados de uma pesquisa sobre a opinião das pessoas em relação às mulheres no mercado de trabalho.

O levantamento foi feito em setembro deste ano, com mais de 5 mil homens e mulheres de 18 anos em todo o país.

A principal conclusão é que 61% das pessoas acreditam que é melhor que uma mulher possa continuar trabalhando mesmo depois de ter uma criança. Em relação à mesma pesquisa realizada 3 anos atrás, houve aumento de 7 pontos percentuais, sendo o maior percentual da história.

Já 20% dos entrevistados responderam que seria bom para as mulheres poder retornar ao mercado de trabalho depois da criança crescer, enquanto 7% acreditam que é bom se manter no emprego até a criança nascer.

Sobre os valores tradicionais da família, onde o homem trabalha fora e a mulher cuida de casa, apenas 35% dos entrevistados concordam com a questão, contra 60% que discorda.

O número de pessoas que concordam caiu em 6% em relação à mesma pesquisa realizada 3 anos atrás, sendo o menor nível já registrado.

Curtir e Compartilhar: