Curtir e Compartilhar:

Tsunehiro Shimizu, diretor do departamento de doenças infecciosas do Hospital da Cidade de Kyoto, tratou uma paciente de 20 anos que retornara da cidade chinesa de Wuhan, sua cidade natal, e um chinês de 20 anos que atendia turistas em uma loja em Kyoto.

O médico japonês que tratou os dois pacientes infectados com o novo coronavírus, disse que como ainda não há cura para a doença, lhes forneceu alimento e descanso adequados e depois esperou sua recuperação.

O médico disse que os dois pacientes se queixaram de febre e fadiga antes de desenvolver uma tosse persistente.

Ele disse que os sintomas duraram de cinco dias a uma semana e que ele somente suspeitaria de resfriado se os sintomas desaparecessem após alguns dias.

Shimizu usava boné, protetor ocular e máscara durante todos os exame dos pacientes. Ele disse ter um cuidado especial ao remover suas roupas de proteção para impedir que o vírus contamine suas mãos.

Curtir e Compartilhar: