Curtir e Compartilhar:

A Associação Comercial de Veículos do Japão anunciou na segunda-feira (7) os resultados financeiros da venda de veículos novos em 2018.

Ao todo foram comercializados no país um total de 5,27 milhões de automóveis novos no ano passado, um aumento percentual de 0,7% em relação à 2017, alcançando o segundo ano seguido de aumento.

O mercado de carros compactos segue aquecido, com essa categoria de veículo dominando 36% do mercado. Em relação ao ano anterior, a venda de compactos subiu 4,4%.

Indo em direção contrária, a venda de veículos comuns diminuiu em 1,3%, sendo uma tendência de mercado, uma vez que o interesse por carros têm diminuído nos últimos anos entre os jovens, com muitos dirigindo apenas quando necessário, o que estimula a compra de veículos compactos.

Entre as montadoras, a Toyota registrou aumento das vendas de carros compactos na ordem de 4,4%, com a Nissan logo em seguida com 4,2% e a Honda com 3%. Das grandes montadoras japonesas, a Subaru foi a única que recuou, com queda de 16%.

Os motivos do resultado negativo foram os recentes casos de falsificação de dados em testes e problemas em veículos da marca.

O mercado de automóveis no Japão segue diminuindo com o passar dos anos. O pico foi em 1990. A venda de carros em 2018 equivale a 70% do registrado em 1990.

Além da falta de interesse dos jovens em comprar e ter um automóvel, a redução da população, o aumento no número de idosos e a constante melhora dos serviços públicos de transporte afetam o desempenho da indústria automobilística como um todo.

Fonte NHK WEB NEWS, Jiji.com

Curtir e Compartilhar: