Curtir e Compartilhar:

Parte do governo do Líbano sabiam da chegada do brasileiro Carlos Ghosn ao país, segundo informações fornecidas por um membro do Departamento de Segurança do Líbano.

A informação foi liberada na sexta-feira (3). Segundo o departamento, Ghosn chegou ao aeroporto de Beirute em seu jato particular e deu entrada no país pela área VIP do aeroporto. Ainda segundo as informações, um membro do governo libanês foi buscá-lo de carro, o que indica que ele já sabia da chegada do brasileiro.

Uma parte da mídia libanesa informou que chegou a se encontrar de maneira informal com o presidente do Líbano, Michel Aoun, mas a informação está sendo negada pelo governo libanês. O Ministério da Justiça do país nega o envolvimento do governo do caso e disse faltar provas nas informações divulgadas.

O governo libanês considera que a entrada de Ghosn no país foi feita de maneira legal, embora o brasileiro vá ser interrogado pela Interpol para esclarecer o caso.

Curtir e Compartilhar: