Curtir e Compartilhar:

Tóquio – Em Minato, planeja-se revisar uma lei de igualdade de gênero para garantir o direito das pessoas LGBT de se expressar através da aparência pessoal.

Segundo a Japan Times, a ideia é mudar  outros regulamentos entre as regras do uniforme escolar, para que os alunos possam escolher o tipo de roupa que vestem, seja calça ou saia, independente do sexo.

A ala planeja submeter um esboço em fevereiro, com o objetivo de colocar a nova ordenança em vigor em abril.

Isso tornaria Minato o primeiro município do Japão a adotar uma lei que garante o direito das pessoas LGBT à liberdade de expressão.

Espera-se que a revisão garanta o direito de todos os residentes de Minato e de todas as pessoas que estudam e trabalham de usar roupas ou uniformes do dia a dia que considerem adequados para eles e usar maquiagem, independentemente do sexo.

A mudança também provavelmente incluirá a introdução de um sistema para reconhecer casais LGBT como sendo os mesmos que casais heterossexuais.  Sistemas similares já estão em vigor em alguns outros municípios japoneses.

Em 2017, em Minato, Toqui, foi adotado uma petição solicitando a introdução do sistema de reconhecimento para casais LGBT. Como parte de seus esforços para criar o sistema, foi realizado uma pesquisa com pessoas LGBT entre 18 anos ou mais em Tóquio em 2018. Muitos entrevistados disseram que sentem discriminação, inclusive sendo alvo de comentários depreciativos, sobre sua aparência.

Ao revisar a ordenança, espera-se criar um ambiente no qual as pessoas LGBT possam viver confortavelmente, disseram autoridades de Minato.

Curtir e Compartilhar: