Curtir e Compartilhar:

TÓQUIO – O Ministério da Defesa do Japão anunciou na quarta-feira (29) que a fuselagem do sucessor do caça F2 será produzido por apenas uma empresa do país.

Embora o atual F2 só deixe de servir a Força Aérea de Autodefesa do país em 2035, o governo japonês já discute como será seu sucessor. O projeto de um caça nacional de 5° geração é o que mais agrada as autoridades japonesas, e elas estão agindo a fim de assegurar a produção nacional.

A previsão para o início da produção está marcada para o ano de 2031. O governo pretendia assinar um contrato para fuselagem, radar e motor com algumas empresas, mas decidiu rever o plano e deixar cada parte com apenas uma empresa.

O primeiro elemento que será focado é a fuselagem. O governo ressaltou que apenas uma empresa do país cuidará desta parte. O Ministério da Defesa explicou que o motivo da centralização é que ela permite um desenvolvimento mais rápido do novo caça.

A empresa que será responsável pela fuselagem do sucessor do F2 ainda não foi definida. O Ministério informou que quando o contrato for assinado, novas informações serão reveladas. A expectativa é que o acordo seja firmado ainda durante 2020.

Curtir e Compartilhar: