Curtir e Compartilhar:

TÓQUIO – O Ministério do Trabalho, Saúde e Bem-Estar Social do Japão apresentou no sábado (7) seu plano para acelerar o processo de adoção de uma possível vacina contra o COVID-19.

O objetivo do plano será o de acelerar a pesquisa, desenvolvimento e produção de uma vacina contra a doença. Muitas pesquisas estão sendo feitas no mundo, com o Japão também tendo laboratórios que estão trabalhando para criar a cura contra o COVID-19.

O governo japonês anunciou que 50 bilhões de ienes serão destinados para instituições de pesquisas à fim de produzir a vacina contra o novo coronavírus.

Contudo, mesmo que uma vacina seja descoberta, é preciso ter vários laboratórios produzindo a vacina, além da necessidade do sistema de saúde estar pronto para recebê-la e começar a usá-la.

Pensando nisso, o Ministério da Saúde do Japão disse que 140 bilhões de ienes serão destinados para a criação de centros de produção e pesquisa. O montante também será utilizado para que as empresas privadas do setor possam investir em novos equipamentos e instalações necessários para a vacina.

O Ministério está ciente de que mesmo com uma vacina em mãos, levaria tempo até conseguir fazê-la chegar a população, por isso traçou o plano para diminuir ao máximo o tempo entre o desenvolvimento, produção e chegada às instituições médicas.

Além de uma possível vacina, o Ministério também enviará para o parlamento japonês os planos para acelerar o desenvolvimento e autorização de novos remédios contra o COVID-19.

Curtir e Compartilhar: