Curtir e Compartilhar:

TÓQUIO – O governo do Japão decidiu na quarta-feira (22) que não vai alterar o valor do salário mínimo por hora. A decisão se deve a pandemia de COVID-19 que deixou as pequenas e médias empresas do país em situação desconfortável.

Todos os anos o Ministério do Trabalho, Saúde e Bem-Estar Social do Japão realiza uma reunião para decidir o valor do salário, este ano, apesar da pandemia de COVID-19, a reunião foi realizada conforme o combinado.

Nos últimos 4 anos o valor do salário tem subido em média 3%. Com a decisão da quarta-feira, será a primeira vez desde a crise de 2007-2008 que o salário mínimo por hora não sofrerá alterações.

O sindicato dos trabalhadores do país queria que o aumento fosse dado, a fim de compensar o esforço dos trabalhadores diante da pandemia de COVID-19, mas os representantes das empresas disseram que o aumento é difícil de ser feito, pois na situação atual é difícil prever como ficarão as contas das empresas.

As pequenas e médias empresas informaram que a prioridade agora é garantir o emprego dos trabalhadores e que as medidas de aumento de salário ficarão para depois.

Curtir e Compartilhar: