Curtir e Compartilhar:

A ministra da Justiça do Japão, Masako Mori, visitou o aeroporto internacional de Kansai no domingo (19) para checar a área privada do aeroporto, usada pelo brasileiro Carlos Ghosn para fugir do país no mês passado.

Ghosn viajou de trem escondido em uma caixa até o aeroporto internacional de Kansai. De lá ele usou a área privada do aeroporto para escapar do local e chegar ao Líbano.

A ministra checou as instalações da área privada do aeroporto, especialmente do Controle de Imigração. Mori recebeu explicações de como funciona o processo de saída do país e confirmou o procedimento do exame de raio-x.

Mori falou com a imprensa depois da inspeção e disse que “tornaremos impossível alguém sair do país de modo ilegal. Em breve teremos as Olimpíadas e Paraolimpíadas de Tóquio, então é importante preparar um sistema firme que impeça qualquer um de entrar e sair do país de modo ilegal”, encerrou a ministra.

Curtir e Compartilhar: