Curtir e Compartilhar:

TÓQUIO – O Ministro da Revitalização Econômica do Japão, Yasutoshi Nishimura, conversará com a governadora de Tóquio, Yuriko Koike, na terça-feira (30) para discutir sobre a situação da pandemia de COVID-19 na capital japonesa.

Tóquio é a região mais afetada pela pandemia e registra mais da metade dos casos diários. Por ser a capital e o centro econômico do Japão, a situação preocupa as autoridades e o ministro Nishimura pretende tentar encontrar soluções junto com a governadora.

Nishimura revelou estar conversando diariamente com médicos, pesquisadores, cientistas e demais especialistas no assunto. Apesar do governo japonês ter dito que não há necessidade de um novo Estado de Emergência, o ministro revelou se manter atento com a situação e estar com “uma péssima sensação”.

Ele especificou que os dois principais e possíveis focos de propagação do vírus são as casas de idosos, já que o grupo de risco está nas pessoas acima dos 60 anos, além dos bairros noturnos, como Kabuki-cho, em Shinjuku, onde há aglomeração e pessoas embriagadas, que acabam por abaixar a guarda contra o vírus.

Nishimura acredita que tomar boas medidas contras as duas situações será a chave para evitar uma segunda onda em Tóquio e também no país inteiro.

O ministro pediu que as pessoas mantenham os cuidados básicos, como lavar a mão com frequência, usar máscara e ao entrar em estabelecimentos comerciais, conferir se o dono dele segue todas as regras para evitar a contaminação. Além disso, ele pediu para as pessoas que estão passando mal, para que não saiam de casa, exceto se a situação estiver muito grave.

Curtir e Compartilhar: