Curtir e Compartilhar:

A situação em Hong Kong segue tensa e no sábado (9) completaram 5 meses de protestos.

Na noite de sexta-feira um estudante universitário de 22 anos morreu enquanto participava dos protestos contra o governo. Ele chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

O velório do jovem foi realizado no fim de semana e muitos se reuniram para prestar preces ao universitário. Já uma outra parte decidiu protestar contra a violência da repressão policial na cidade, que recebe apoio do governo central chinês, que quer ter maior controle sob Hong Kong.

Os protestos renderam uma nova noite de conflitos entre manifestantes  e policiais na sexta-feira e a polícia chegou a realizar disparos em direção ao céu para dispersar os manifestantes.

Estima-se que cerca de 3 mil pessoas já  tenham sido presas pelas autoridades de Hong Kong por envolvimento em atos de violência e reuniões proibidas pelas leis da cidade.

Curtir e Compartilhar: