Curtir e Compartilhar:

O Japão registrou um recorde de um dia em 19 mortes ligadas ao novo coronavírus a partir de terça-feira, enquanto o número acumulado de infecções confirmadas superou 8.000, depois que 477 pessoas deram positivo.

Dos 8.161 casos em todo o país, 161 pessoas em Tóquio foram recentemente encontradas com o vírus, elevando para 2.319 os casos acumulados na capital japonesa. Os casos recentemente confirmados chegaram a 59 na província de Osaka, enquanto a província de Fukuoka registrou 33 casos. Todas as três prefeituras estão cobertas pela declaração de emergência da semana passada.

Com as 19 mortes, o total nacional subiu para 173, incluindo pessoas que estavam a bordo do navio Diamond Princess, que foi colocado em quarentena no Japão no início deste ano.

Em Tóquio, cinco homens infectados morreram, incluindo quatro pacientes internados no Hospital Geral Eiju, na ala de Taito. Três pessoas morreram na província de Ishikawa e duas morreram nas prefeituras de Hokkaido, Gunma, Saitama e Fukuoka. As prefeituras de Chiba, Fukui e Osaka também registraram uma morte cada.

Enquanto isso, 17 residentes e cinco funcionários de uma instituição de assistência social na cidade de Hiroshima testou positivo para o coronavírus no mesmo dia. Concluindo que uma infecção em massa ocorreu na instalação, o governo municipal de Hiroshima está realizando testes de vírus em cerca de 90 pessoas, incluindo residentes.

Segundo o governo municipal, um funcionário na casa dos 20 anos foi confirmado como infectado pelo vírus, e as autoridades locais realizaram testes de vírus em seis residentes com febre. Depois de se recuperar de uma dor de garganta, a mulher continuou a trabalhar na unidade sem mostrar nenhum sintoma.

Em Sendai, as infecções foram confirmadas em duas crianças que frequentavam um berçário na ala Izumi da cidade e em quatro outras pessoas relacionadas à instalação. Cinco alunos do ensino fundamental que freqüentavam uma creche depois da escola na mesma ala também foram confirmados como portadores do vírus.

O governo da cidade de Sendai suspeita que tenham ocorrido aglomerados de infecção em ambas as instalações. Uma estudante estrangeira infectada na casa dos 20 anos lecionou em aulas de conversação em inglês realizadas no berçário e na escola após o início do mês, segundo a cidade.

A Prefeitura de Shimane, que viu seu primeiro caso na última quinta-feira, quando uma adolescente que trabalha em período parcial em um restaurante em Matsue apresentou resultado positivo para o vírus, viu seus números saltarem, com um total de oito funcionários e clientes no restaurante. 

O governo da cidade de Matsue suspeita que uma infecção de cluster tenha ocorrido no restaurante.

Em um hospital para tratamento de doenças respiratórias em Sapporo, cinco pessoas, incluindo médico e pacientes internados, foram confirmadas recentemente como portadoras de vírus, elevando para 25 o número total de pessoas infectadas com vínculos com o hospital.

Curtir e Compartilhar: