Curtir e Compartilhar:

Uma mulher foi presa na terça-feira (8) pela polícia de Gunma acusada de tentar matar a própria filha de 14 anos.

O crime aconteceu na cidade de Maebashi, em Gunma. A mulher identificada como Naoko Fujita de 51 anos, tentou enforcar a própria filha, que se recusava a ir para a escola.

A polícia interrogou Naoko depois da prisão e esteve na casa da acusada para coletar mais pistas sobre o caso. De acordo com as investigações, Naoko tentou enforcar a filha com o cabo do carregador de celular.

A menina desmaiou e segue inconsciente no hospital. Desde o ocorrido, as autoridades não deram maiores informações sobre o estado de saúde da menina.

Já a mãe, Naoko, disse que estava preocupada com as faltas da filha e perdeu a cabeça com a insistência da menina em não ir para a escola.

Desde que as duas se mudaram para Maebashi em agosto do ano passado, a garota de 14 anos abandonou os estudos. A polícia segue com as investigações para descobrir mais detalhes do caso.

Não é incomum jovens japoneses deixarem de ir para a escola. Parte deles abandonam os estudos por conta do bullying, por não conseguirem se enturmar ou por, simplesmente, não gostarem do ambiente escolar.

Fonte: Nihon TV

Curtir e Compartilhar: