Curtir e Compartilhar:

A conceituada Agência Espacial Americana (NASA) divulgou no sábado (24) dados sobre as queimadas na Amazônia.

A agência disse que 2019 é o pior ano em termos de incêndios na floresta desde 2010. Em sua conta de Twitter a Nasa afirmou que é “perceptível o aumento de focos de queimadas grandes, intensas e persistentes ao longo das principais rodovias no centro da Amazônia do Brasil”.

A NASA pontuou que as queimadas de 2019 não se devem apenas ao período de seca. As queimadas estão ligadas mais ao desmatamento do que a seca, informou a agência.

“O estado do Amazonas está caminhando para uma atividade recorde de queimadas em 2019”.

A agência espacial americana pontuou ainda que os dados do Inpe sobre os desmatamentos são verdadeiros, o que contraria as afirmações do governo de Jair Bolsonaro sobre a credibilidade dos dados da instituição.

“O Inpe também usa dados de focos ativos registrados pelos sensores Modis da Nasa para monitorar a atividade de queimadas na Amazônia brasileira”, disse um dos funcionários da Nasa.

O presidente Jair Bolsonaro, ciente da situação dos incêndios na Amazônia, ordenou que as Forças Armadas se deslocassem para a floresta, demonstrando que as queimadas estão de fato ocorrendo e a situação é grave.

Curtir e Compartilhar: