Curtir e Compartilhar:

TÓQUIO – As empresas japonesas aos poucos estão percebendo a importância de pagar mais caro aos seus funcionários para gerar inovação.

A Sony recentemente anunciou maiores salários para os novos contratados em áreas estratégicas, como inteligência artificial e internet das coisas. Esta semana foi a vez da NEC anunciar medida semelhante.

A NEC introduzirá um novo sistema de recompensas para a sua área de pesquisa. Os pesquisadores contratados dentro do Japão, sejam funcionários novos ou não, terão o seu salário base aumentado, além de ganhar recompensas de acordo com os resultados.

A ideia pode parecer batida considerando os padrões adotados em países do ocidente, mas é incomum para um país em que a idade e os anos na empresa, contam mais que a capacidade de inovar e mostrar resultado.

O alvo da nova medida da NEC são os jovens funcionários entre 20 e 39 anos. Ela vale também para os recém-contratados, ou seja, os alunos que acabaram de sair da universidade. Aqueles que forem considerados bons alunos, com bons planos de pesquisa e trabalho de conclusão de curso, podem começar recebendo mais de 10 milhões de ienes (R$ 350 mil) em seu primeiro ano como funcionário de pesquisa da NEC.

O novo sistema será introduzido na empresa a partir de outubro desse ano, contemplando em um primeiro momento, cerca de 20 funcionários.

A companhia se pronunciou dizendo que as medidas visam assegurar mão-de-obra altamente especializada e impedir que ela seja levada por outras empresas nacionais ou estrangeiras.

Fonte: NHK WEB NEWS

Curtir e Compartilhar: