Curtir e Compartilhar:

MIYAGI – O canal NHK realizou uma pesquisa nas escolas da província de Miyagi, no norte do Japão, para avaliar a situação das instituições, passados 8 anos da tragédia nuclear de Fukushima.

A província de Miyagi fica localizada na região de Tohoku, ao lado da província de Fukushima. Sua capital Sendai fica apenas a 1h30 de carro da usina nuclear de Fukushima.

O canal NHK visitou 61 escolas do shogakko chugakko (equivalente ao ensino fundamental no Brasil) em 11 cidades da província de Miyagi que sofreram danos pelo tsunami de 2011.

A maior parte das escolas foi reconstruída e reabriu durante o período de 8 anos desde a tragédia. Foram comparados dados do número de alunos de 56 escolas reconstruídas, antes e depois da tragédia.

Os números indicam em 2010, um ano antes do forte terremoto, as 56 escolas somavam 16.537 alunos, número que caiu para 11.571 alunos em maio do ano passado. A queda de 4.966 estudantes representa 30%.

Em alguns colégios como o de Ogatsu em Ishinomaki, uma das regiões mais afetadas, a redução foi de 100 para 18 alunos, o que representa queda de 80%. A falta de estudantes levou um total de seis clubes escolares do colégio a serem fechados, sobrando apenas o de badminton.

Com a queda no número de alunos em certas regiões, os colégios locais estão optando por se fundirem com outras escolas para continuarem funcionando. É o que acontece com dois colégios da cidade de Yamamoto, que viram o número de estudantes cair de 406 para apenas 197. A fusão deve ocorrer nos próximos 10 anos, mas outros problemas, como garantir condições de transporte até a escola estão sendo discutidos pela direção dos dois colégios.

O professor especialista em redução populacional da Universidade de Tohoku, Akio Shimada, alertou que a redução das crianças é um sério problema para as regiões afetadas. Shimada ressaltou a necessidade de “entender as peculiaridades de cada região e avançar com políticas de administração que possam atender as necessidades de seus moradores”.

Fonte: NHK WEB NEWS

Curtir e Compartilhar: