Curtir e Compartilhar:

TÓQUIO – O governo anunciou no domingo (20), que o número de japoneses com 65 anos ou mais totalizou um recorde de 36,17 milhões neste mês, 300 mil a mais que no ano anterior.

Os idosos representavam 28,7% da população do Japão, um aumento de 0,3 ponto e também atingindo um recorde, de acordo com os dados do Ministério de Assuntos Internos e Comunicações.

O taxa dos idosos manteve-se bastante acima dos 23,3% da Itália, a segunda sociedade mais idosa, seguido de 22,8% em Portugal.

O Instituto Nacional de Pesquisa de População e Previdência Social projeta que os idosos do Japão representarão 35,3% até 2040, destacando o rápido envelhecimento da população.

De acordo com o ministério, o número de japoneses com 65 anos ou mais era de 15,73 milhões, enquanto o de mulheres chegava a 20,44 milhões.

A proporção de idosos com empregos aumentou pelo 16º ano consecutivo, enquanto o país enfrentava uma crescente escassez de mão de obra. Dos 8,92 milhões de idosos com empregos, 5,31 milhões eram homens e 3,61 milhões eram mulheres.

O maior empregador de idosos foi a indústria de atacado e varejo com 1,26 milhão de trabalhadores idosos, seguida da agricultura com 1,08 milhão.

Fonte: Kyodo

Curtir e Compartilhar: