Curtir e Compartilhar:

O número de intercambistas estrangeiros que se formaram em universidades e escolas técnicas do Japão, e depois entraram para o mercado de trabalho ou abriram uma empresa no Japão atingiu um novo recorde.

A Agência de Serviços Imigratórios do Japão informou que 25.942 intercambistas atualizaram os seus vistos para o visto de trabalho durante 2018. A estatística bateu novo recorde, sendo que 3.523 pessoas a mais requisitaram o visto de trabalho em relação ao maior número registrado até então.

A maioria dos novos trabalhadores estrangeiros no Japão, ou 93% deles, obteve o visto de “técnico, especialista na área de humanas e serviços internacionais”.

Os chineses foram os que mais requisitaram o visto, com 10.886 pessoas, seguido dos vietnamitas com 5.244 pessoas e dos nepaleses com 2.934.

Os intercambistas estrangeiros têm aumentado no país e estão se tornando uma importante fonte de mão-de-obra, sobretudo mais especializada, por conta dos conhecimentos em japonês, inglês e habilidades mais técnicas de acordo com a área de estudo.

Curtir e Compartilhar: