Curtir e Compartilhar:

TÓQUIO – Mais de 30 mil pessoas perderam o emprego ou deixaram de ser contratadas no Japão até o mês de junho por conta da pandemia de COVID-19 no país.

Os dados são do Ministério do Trabalho, Saúde e Bem-Estar Social do Japão e foram publicados na quinta-feira (2).

Maio e junho foram os meses que mais ocorreram demissões, com 12.952 em maio e 12.688 em junho. Para efeito de comparação, a estatística de abril indica 2.654 pessoas.

A maior parte das demissões foram feitas no setor de turismo e restaurantes.

O ministério informou que muitas empresas estão pedindo a ajuda do governo japonês, que está sendo oferecida às empresas para ajudar a manter funcionários. Os pedidos até o dia primeiro de julho eram de 330 mil, sendo que 210 mil empresas já receberam a ajuda.

Curtir e Compartilhar: