Curtir e Compartilhar:

TOKYO – Dados do governo mostram que o número estimado de viajantes estrangeiros ao Japão caiu 98,9% em outubro em relação ao ano anterior, para 27.400, pelo 13º mês consecutivo de declínios devido à pandemia global de coronavírus.

No entanto, foi a primeira vez que o número ultrapassou o nível de 20.000 em sete meses, já que o governo reduziu as restrições de entrada impostas a 159 países e regiões, de acordo com a Organização Nacional de Turismo do Japão.

O número tem apresentado tendência de alta desde que caiu para 1.663 em maio, o ponto mais baixo deste ano até agora, quando o governo suspendeu o estado de emergência no final de maio.

Os visitantes do Vietnã totalizaram 6.200, seguidos por 4.500 da China, 2.000 da Coreia do Sul e 1.400 da Tailândia.

Os viajantes do Vietnã ficaram em primeiro lugar nas estatísticas pela primeira vez desde 1982, o primeiro ano em que dados comparáveis ​​se tornaram disponíveis, de acordo com a organização.

Desde 1º de outubro, um número limitado de viajantes de negócios de todo o mundo também tem permissão para entrar no Japão sob certas condições.

O número de visitantes que chegam inclui expatriados e suas famílias entrando ou reentrando no Japão, bem como estudantes internacionais. Tripulação aérea e residentes permanentes foram excluídos.

O número de japoneses que deixaram o país em outubro também caiu 98,1% em relação ao ano anterior, para 31.000.

Com muitos países ainda impondo restrições para viagens internacionais, o governo japonês está apostando no turismo doméstico para estimular a indústria severamente atingida pela pandemia.

O governo lançou a campanha de subsídio “Go To Travel” para apoiar o turismo doméstico e, como resultado, os gastos dos viajantes no país entre julho e setembro ultrapassaram 2,92 trilhões de ienes (US $ 28 bilhões), de acordo com dados preliminares divulgados quarta-feira pela Agência de Turismo do Japão.

O número triplicou em relação ao período de abril a junho, mas ainda representou um declínio de 56,3% em relação ao ano anterior.

O número de viagens realizadas por japoneses no país somou 85,74 milhões entre julho e setembro, segundo os dados.

No entanto, a indústria do turismo continua o caminho de recuperação para sair da crise e permanece incerto, já que as preocupações do público com as infecções por coronavírus têm aumentado junto com os recentes picos de novos casos em Tokyo e outras áreas urbanas.

Na quarta-feira (18), o Japão relatou mais de 2.000 casos de novas infecções pela primeira vez desde o surto do vírus, com Tokyo batendo um recorde diário de 493.

Fonte: Kyodo

Curtir e Compartilhar: