Curtir e Compartilhar:

Meire Regina Álvares Tabuti 37 anos, veio ao Japão com 14 anos para trabalhar e acompanhar a família em busca de uma vida melhor.
Começou muito nova, desde os 14 anos trabalhava em fábrica e sonhava em conquistar a independência financeira.
Em 2017, sem saber muito o que fazer para ganhar dinheiro fora da fábrica, surgiu a oportunidade de fazer um curso de extensão de cílios no Brasil, uma amiga a incentivou a fazer seu primeiro curso.
No início, sua família não acreditava que ela fosse levar essa ideia adiante, Meire chegou a desacreditar do seu potencial, mas não desistiu.
Depois de uma temporada no Brasil, retornou ao Japão e começou a atender algumas amigas, não cobrava nada, seu interesse era treinar e conseguir melhorar seu tempo na aplicação de cílios, que na época demorava 4 horas para fazer um Clássico.
Retornando para Hamamatsu, passou por muitas dificuldades, as pessoas não a conheciam e nem o seu trabalho com cílios. Por não ter clientes, sentia-se frustrada e já estava quase desistindo da profissão. Tentou de diversas formas conseguir sua clientela, uma delas era postar sua matéria de quando veio ao Japão com o Caldeirão do Huck.
Meire ainda não estava satisfeita com seu trabalho e acreditava estar faltando algo. As pessoas diziam que essa profissão não a faria prosperar, pois já haviam muitas pessoas no ramo.
Foi então que ela teve a oportunidade de fazer um curso com Letícia Portugal e se especializar em volume russo. Na época ela não tinha dinheiro para investir em cursos, mas persistiu, a partir de então as clientes começaram a aparecer.
Com uma pequena cartela de clientes ela ainda não conseguia se manter e precisou conciliar o trabalho em fábrica com a estética por um período.
Trabalhou também em uma escola de estética onde atendia e dava cursos. Acabou se interessando por outras áreas da estética facial e corporal. Nos confessa que os cílios continuam sendo sua maior paixão e por isso não cansa de buscar por aperfeiçoamento.
Seu grande sonho era entrar para a PhiAcademy, a melhor e mais renomada academia na área de cílios e sobrancelhas. Em agosto deste ano concluiu o curso avançado de volume russo na PhiAcademy. Meire nos disse que foram muitas noites treinado e se dedicando para conseguir a graduação, mas que todo o esforço valeu a pena para se tornar uma artista Philashes.


A partir daí sua carreira deslanchou e sua clientela duplicou, tanto para atendimento quanto para os cursos.
Financeiramente ela se sente realizada, por conseguir ganhar mais do que quando trabalhava 12 horas em uma fábrica de Shimane.
“Saber conciliar a profissão, a casa, família , 2 filhos, um bebê de 2 anos e meio é um desafio e tanto, mas eu procuro sempre deixar um dia inteiro de folga para passar um tempo precioso com minha família.
Graças a Deus tenho um marido que me apoia e me incentiva a buscar pelo melhor e uma sogra/mãe que me ajuda muito com as crianças.”
Agora com sua empresa, a Studio Meire Tabuti, oficializada, é mais um objetivo concluído.
Atualmente está com um novo formato de curso, totalmente desenvolvido para as pessoa que desejam iniciar na profissão e obter um resultado satisfatório assim como ela teve. Juntou todo seu conhecimento em um único curso e com um suporte totalmente diferenciado para que as pessoa não tenham as mesma dificuldades que ela teve no início.
Seu objetivo para 2020 é levar seu curso, para várias cidades do Japão e formar profissionais qualificadas.Manter o atendimento, que além de ser sua paixão é sua satisfação, transformar a mulher, realçando sua beleza e elevando sua autoestima.
Ela ainda não parou por aí, hoje está estudando estética facial e corporal, fez cursos de Design de Sobrancelha, Microblading e Aquarelle lips. Seus próximos objetivos estão em participação de um congresso, campeonatos e alguns cursos na Rússia e Europa.

Mensagem ao leitor:
“Busque sempre mais conhecimento na área que você trabalha, sempre há algo novo para aprender.
Trabalhe com amor e o sucesso será consequência.”
Formada e com uma profissão ela se sente segura pois sabe que independente do país que more não irá faltar trabalho, com planos de ir morar na Europa ou quem sabe retornar ao Brasil com minha família. Meire se orgulha de não ter desistido.
Ela que sempre sonhou em ser reconhecida profissionalmente hoje colhe os frutos do seu esforço.
“Nunca desista de seus sonhos, mesmo quando todos disserem que é impossível torná-lo realidade.”
Assim como ela, quem tiver interesse em se profissionalizar e aprender uma profissão inscreva-se na turma de Hamamatsu.

Curtir e Compartilhar: