Curtir e Compartilhar:

Dra. Edileia Martins, mais conhecida como Leia, natural de São Paulo (SP), veio ao Japão com 20 anos com intuito de trabalhar por um tempo e voltar ao Brasil para cursar uma universidade. Após treze anos de Japão, divorciada e com duas filhas, Leia retornou ao Brasil e aos 35 anos começou a tão sonhada faculdade de fisioterapia pela Universidade ISECENCA (Instituto Superiores de Ensino do Censa).
“Estudar, trabalhar e cuidar de duas crianças não eram tarefas fáceis. Porém, a força de vontade era maior que qualquer obstáculo. Também tive muito apoio de duas grandes amigas, Eide e Marcia, que me ajudavam nos cuidados com as crianças e em tudo que fosse possível. Sempre digo que elas foram anjos na terra que Deus colocou em meu caminho. Sou eternamente grata por tudo que fizeram por nós”, disse Leia.
A ideia era montar uma clínica logo após a faculdade e ficar no Brasil definitivamente, já que teria uma profissão rentável e renomada.
“Já tinha terminado a faculdade e tinha montado meu espaço, quando minhas filhas pediram para voltar pois queiram estudar no Japão, mesmo tendo passado 5 anos no Brasil. Resolvi então abrir mão de tudo, pois precisava seguir meu instinto materno”, nos contou.


Leia lembra que na época foi muito difícil, pois ao invés de apoio, foi muito criticada pela decisão que tomou em abandonar tudo e voltar para o Japão, um lugar que possivelmente não ofereceria oportunidade na área em que estudou. Mas não deixou se abater pelas críticas e conta que tudo foi se encaixando, pois a filha mais velha, Talita já se formou pela “Meiji University Kounin Kaikeishi”, enquanto a filha mais nova, Juliana está cursando o segundo ano de Faculdade na Gifu Keizai University.
Segundo Leia, investir em estudos é fundamental. Pois além do retorno financeiro, traz muito conhecimento para a vida. Além da faculdade de fisioterapia, Leia também fez curso de pilates feito no Brasil pela Fisiopilates, curso de TRX, pela TRX Japan Official e fez aperfeiçoamento pela PBT, Progressing Ballet Technique ambas no Japão. Para ela, independente de onde esteja morando, não se deve abandonar os estudos, pois o conhecimento traz experiências profissional e pessoal.
“Para quem dizia que não conseguiria atuar na área em que me formei, só posso dizer que ter vindo ao Japão me abriu a oportunidade de poder ajudar muitas pessoas através dos atendimentos que proporciono aos clientes. Além disso, dou aulas de Pilates e TRX pela academia Diva Fit. O Pilates além de trabalhar com o corpo, postura e respiração, trabalha também as emoções e sentimentos pelo fato das aulas serem realizadas de frente para o espelho, onde elas precisam se olhar com amor, carinho e respeito, trabalhando assim a autoestima”, contou a professora.
Visando ter um público diversificado, além de fazer atendimentos domiciliares, Leia procurou melhorar sua conversação em japonês e começou a cursar inglês para atender outras nacionalidades e assim ampliar cada vez mais seus atendimentos. Leia diz que 2020 promete muitas novidades às suas clientes.


A paulista ainda encontra tempo para treinar e participou em 2016 dos campeonatos de Body Building pela Nishi Nihon Taikai e do Nagoya Taikai. Com apenas dois anos de treino, conquistou o segundo lugar no pódio em ambos campeonatos, ao lado de mulheres de diversas nacionalidades. Atualmente com 49 anos, garante que se sente profissionalmente realizada, tem muita gratidão ao ver todo o esforço das filhas para seguir uma carreira e diz que o apoio do pai também foi muito importante para os estudos delas.
“É mais que satisfatório, pois quando olho para trás, vejo o quanto tudo valeu a pena. Foram riscos que corremos. Mas quando uma família tem o mesmo objetivo, não há obstáculos que impeçam ela de prosperar”, nos disse.

Mensagem ao leitor:
“Nunca deixe de sonhar. Corra atrás de seus sonhos e eles se tornarão realidade.
Três palavras para NUNCA desistir de seus sonhos: Querer; Tentar; Nunca Desistir, pois assim você chegará onde sempre quis”, finalizou Leia.

Curtir e Compartilhar: