Curtir e Compartilhar:

O Ministério da Saúde do Japão diz que oito das pessoas confirmadas infectadas com o novo coronavírus a bordo do navio Diamond Princess estão em estado grave. O navio está em quarentena no porto de Yokohama, perto de Tóquio.

O ministério diz que outras duas pessoas também estão em estado grave. Um deles não foi confirmado como infectado, enquanto o outro aguarda o resultado de um teste de vírus.

O ministério diz que, na quinta-feira, 713 pessoas tiveram testes de vírus a bordo do navio e 218 tiveram resultados positivos.

Dos infectados confirmados, 110 são japoneses. Os outros são de 17 países e territórios, incluindo os Estados Unidos e a Austrália.

Cerca de 80% dos que apresentaram resultado positivo têm 60 anos ou mais.

As pessoas confirmadas infectadas foram levadas para instituições médicas ou estão no processo de fazê-lo.

O ministério está pedindo cerca de 3.400 passageiros e tripulantes para permanecer a bordo do navio até quarta-feira.

O ministério permitirá que algumas pessoas com 80 anos ou mais que tenham problemas crônicos de saúde, ou outros motivos, desembarquem, começando na sexta-feira, se assim o desejarem, e se apresentarem resultados negativos para o vírus.

As pessoas serão transferidas para instalações designadas pelo governo após a saída do navio.

Um oficial de quarentena que deu positivo depois de trabalhar a bordo do navio foi acusado de tomar medidas inapropriadas. Isso incluía limpar o suor com as luvas e reutilizar uma máscara que ele havia retirado do rosto.

O ministério diz que pedirá aos oficiais de quarentena que façam tudo o que puderem para impedir a infecção.

Curtir e Compartilhar: