Curtir e Compartilhar:

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou que 1,1 bilhão de jovens entre 12 e 35 anos no mundo correm o risco de sofrer de problemas de audição.

O relatório publicado na segunda-feira (18) pela organização considera que a difusão dos smartphones aumentou o número de horas que os jovens passam usando fones de ouvido.

O uso excessivo pode provocar problemas de audição, especialmente se o usuário utilizar com frequência fones de ouvido enquanto caminha na rua. Nestes casos, é muito comum aumentar o volume por conta do barulho dos carros e das pessoas ao redor.

A Organização Mundial de Saúde considera que o valor de 80 db por 40 horas é a quantidade máxima que o ouvido de um adulto aguenta em uma semana sem sofrer perda de audição.

No entanto, apenas o movimento no famoso cruzamento 109 de Shibuya costuma registrar entre 75 e 85 db, acima do permitido pela OMS. Outros lugares de grande movimento nas grandes cidades como pontes e estações de trem e metrô registram valores parecidos.

A exposição durante a semana inteira aos barulhos urbanos têm levado jovens ao redor do mundo a terem problemas de audição mais cedo do que as gerações passadas.

Para evitar o problema, não há segredo. Embora seja difícil evitar os ruídos dos grandes centros, o uso de fones de ouvido deve ser reduzido ao máximo ou, pelo menos, caso seja usado os especialistas recomendam que o usuário não aumente demais o som.

A OMS alerta para que os jovens tomem cuidado com a audição, pois uma vez que a capacidade de ouvir se reduz, é praticamente impossível recuperá-la.

Fonte: TV Asahi

Curtir e Compartilhar: