Curtir e Compartilhar:

NOVA YORK – Um relatório publicado pela Organização das Nações Unidas (ONU) revela que 113 milhões de pessoas em 53 países sofreram com a fome em 2018.

O problema afeta principalmente o continente africano, segundo a organização. Os países mais afetados são Iêmen, República Democrática do Congo, Afeganistão, Etiópia, Síria, Sudão, Sudão do Sul e o norte da Nigéria.

Dos 113 milhões, cerca de 72 milhões de pessoas estão na África. Além deste dado alarmante, o relatório observa que cerca de 50 países estão com problemas cada vez maiores referentes à fome.

O principal problema para a falta de comida é o clima de tensão e guerra que vivem muitos destes países. Um número aproximado de 74 milhões de pessoas vivem em países envolvidos em conflitos.

Apesar dos resultados, o problema da fome diminuiu em relação à 2017, quando 124 milhões de pessoas foram afetadas. Mas os resultados não são necessariamente animadores, uma vez que o número pode ter variado por conta de questões climáticas, não de melhora na ajuda econômica e social.

O relatório da ONU conclui que é preciso desenvolver a ajuda humanitária e alcançar a  paz nestes territórios. Sem os conflitos, a população poderá ser melhor nutrida e educada, as mulheres e a estrutura familiar reforçada, a infraestrutura rural fortalecida e mantida.

Fonte: G1

Curtir e Compartilhar: