Curtir e Compartilhar:

TÓQUIO – O PIB do Japão recuou 0,9% nos três primeiros meses do ano, segundo o gabinete do governo do Japão.

A estatística leva em conta a comparação com o trimestre anterior, que considerou os meses de outubro, novembro e dezembro. No período passado, o PIB também havia caído por conta do aumento no imposto de consumo, resultando no segundo período seguido de queda.

No caso do recuo de 0,9% continuar nos próximos trimestres, a queda anual do PIB japonês será de 3,4%.

O consumo individual, o principal componente do PIB japonês, recuou 0,7%, com a redução dos gastos com viagens e restaurantes. O consumo de vestuário e carros também registrou queda.

Outros indicadores do PIB que recuaram foram a exportação e investimento das empresas. O primeiro registrou queda de 6%. O Japão tem exportado menos, por causa da situação difícil provocada pelo coronavírus em todo o mundo.

As empresas também estão investindo menos em infraestrutura, temendo os efeitos da pandemia. A queda é de 0,5% em relação ao último período considerado.

Os investimentos em imóveis também recuaram 4,5% e não houve um setor que teve alta.

A expectativa para os meses de abril a junho é de nova queda. Apesar do país ter saído quase que totalmente do Estado de Emergência, abril teve um resultado econômico ruim, que deve se refletir na próxima análise do PIB. A previsão é que os resultados do trimestre atual resultem em um PIB anual de -17,8%, o pior resultado desde a crise de 2008.

Curtir e Compartilhar: