Curtir e Compartilhar:

TOKYO – O console PlayStation 5 (PS5) da Sony foi lançado nos principais mercados nesta quinta-feira (13) com uma forte demanda online, mas com as vendas em lojas físicas limitadas a retiradas pré-vendas devido à pandemia de Covid-19.

A Sony determinou que as vendas de lançamento seriam apenas online para manter o distanciamento social, exigindo que os consumidores “fiquem seguros, fiquem em casa e façam seus pedidos online”.

O console da próxima geração, que é vendido por 49.980 ienes (470 dólares), ou 39.980 ienes (400 dólares) na versão sem leitor de discos, foi vendido nos principais sites de varejo no Japão e nos Estados Unidos, com algumas varejistas tendo que sortear seus limitados estoques.

No Japão, a rede de varejo de eletrônicos Nojima teve uma forte demanda com pedidos, recebendo mais de 100 vezes mais do que planejava vender por meio de seu sistema de reservas online. Os principais sites de leilão já têm uma série de listagens para o novo console com preços definidos bem acima do que o sistema vende no varejo.

As varejistas norte-americanas Amazon, Best Buy e Gamestop pareciam estar sem estoque momentos após o início das vendas.

A demanda pelo PS5 foi amplificada pela pandemia, que fez os consumidores passarem mais tempo jogando, mas sobrecarregou as cadeias de fornecimento.

Analistas veem a escassez do console da Sony e o da rival Microsoft, que lançou o novo Xbox na terça-feira, estendendo-se até 2021.

A Sony lançou o primeiro PlayStation em 1994. O PS2, lançado em 2000 com um DVD player embutido, foi um sucesso global e registrou vendas mundiais de cerca de 155 milhões de unidades.

Fonte: Reuters/Kyodo – Foto: Carlo Allegri

Curtir e Compartilhar: