Curtir e Compartilhar:

A Câmara dos Representantes do Japão pretende diminuir o uso de folhas de papel durante as reuniões regulares do parlamento.

Estima-se que em 2018 os custos com papel e impressão de documentos usados e distribuídos aos parlamentares tenha sido de 1,1 bilhão de ienes.

Os gastos excessivos chamaram atenção da Câmara dos Representantes que apontou para a necessidade de estudar o problema do uso excessivo de papel.

O líder do projeto é Shinjiro Koizumi, político ligado ao Partido Liberal Democrata, o mesmo do primeiro-ministro Shinzo Abe. Ele prometeu que quer tomar medidas ainda esse ano.

Uma das ideias é disponibilizar tablets ou outros aparelhos eletrônicos com a versão digital dos documentos a serem usados nas reuniões do parlamento.

A medida deve ser discutida entre membros do partido e também com as lideranças de outros partidos ao longo do ano. Embora a proposta seja ecológica, o projeto pode ser vetado pelos partidos de oposição, por conta das eleições para a Câmara dos Conselheiros programada para o verão de 2019.

Fonte: NHK WEB NEWS

Curtir e Compartilhar: