Curtir e Compartilhar:

SEUL – O novo primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga, manifestou sua esperança em relações melhores em uma carta ao presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, informou o gabinete presidencial nesta segunda-feira (21), em meio ao laços estremecidos por disputas históricas e comerciais.

Diferenças que remontam ao jugo colonial japonês sobre a Coreia entre 1910 e 1945 continuam a assombrar o relacionamento bilateral, como as questões sobre os coreanos obrigados a trabalhar em empresas japonesas e as mulheres dos bordéis militares durante a Segunda Guerra Mundial.

Os laços se azedaram ainda mais depois que a Suprema Corte sul-coreana ordenou que uma siderúrgica do Japão pagasse indenizações por trabalho forçado em 2018, o que levou Tóquio a impor restrições de importação a alguns materiais de alta tecnologia.

Em uma carta entregue a Moon no sábado, Suga ressaltou a necessidade de cooperação entre os dois vizinhos, disse o porta-voz de Moon, Kang Min-seok.

“O primeiro-ministro Suga, em particular, disse que espera que os dois países superem questões difíceis e construam um relacionamento pensando no futuro”, detalhou Kang em uma entrevista coletiva.

Moon também enviou uma nota congratulatória a Suga na semana passada, dizendo que está disposto a conversar a qualquer momento para melhorar as relações e fomentar contatos diplomáticos, econômicos e entre os povos.

Fonte: Reuters

Curtir e Compartilhar: