Curtir e Compartilhar:

TÓQUIO – O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, disse que caso os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 não possam ser realizados no ano que vem, o evento terá que ser cancelado.

Bach deu as declarações para a BBC na quarta-feira (20). Os Jogos Olímpicos de Tóquio foram adiados para o dia 23 de julho de 2021 devido à pandemia de coronavírus.

O presidente informou que o prazo final para a realização dos Jogos será até o ano que vem, sendo impossível adiar o evento de novo. Ele citou os altos custos para manter cerca de 5 mil pessoas empregadas nas mais diversas funções do Comitê.

Bach também lembrou da dificuldade de se adiar e modificar o calendário de tantas competições e modalidades, uma vez que vários esportes realizam torneios entre o período de intervalo entre duas Olimpíadas, tornando impossível adiar por dois anos Tokyo 2020.

Por estes motivos, Bach declarou que cancelará o evento caso ele não seja realizado em julho de 2021. Para ele será preciso estar pronto para diferentes cenários e situações. Será preciso analisar a situação do mundo no dia 23 de julho de 2021 e tomar a melhor decisão possível.

Curtir e Compartilhar: