Curtir e Compartilhar:

O presidente do Comitê Olímpico Internacional, Thomas Bach, declarou na segunda-feira (9) seu apoio ao banimento da Rússia durante quatro anos de competições internacionais por conta de sucessivos casos de doping.

A Agência Mundial Anti-doping anunciou a exclusão dos russos no último fim de semana. A medida vale durante quatro anos e abrange competições internacionais, como a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos.

Bach elogiou a medida tomada pela organização e também estuda realizar uma extensa pesquisa para evitar problemas de doping durante Tokyo 2020. Bach falou em nome do Comitê Olímpico Internacional e apoiou a decisão da Agência Mundial Anti-doping.

O presidente usou a expressão “Clean Olympic” para definir a realização dos Jogos Olímpicos sem nenhum caso de doping.

Curtir e Compartilhar: