Curtir e Compartilhar:

BRASÍLIA – O Ministério da Economia do Brasil reduziu a previsão de crescimento do PIB para 2019 de 1,6% para 0,81%.

O anúncio foi feito na sexta-feira (12) e foi o terceiro corte nas previsões do governo para a economia do país. O primeiro relatório apontava crescimento de 2,5%, que caiu para 2,2% e depois 1,6%.

A previsão de crescimento do PIB para 2020 também caiu de 2,5% para 2,2%.

O Ministério da Economia informou que os indicadores mensais disponíveis para o segundo trimestre de 2019 indicam que a recuperação econômica continua lenta. Esses indicadores mais fracos de atividade econômica levaram à revisão da previsão de crescimento da economia.

Apesar da previsão negativa, a aprovação da reforma da Previdência pode ter um impacto positivo na economia. A estabilidade provinda da operação terá um papel chave na retomada do crescimento econômico.

“A retomada do crescimento da economia brasileira deverá passar necessariamente por um conjunto de reformas de reequilíbrio fiscal, onde a nova Previdência assume papel de protagonismo, bem como reformas pró-mercado”, informa o documento.

Fonte: G1
Curtir e Compartilhar: