Curtir e Compartilhar:

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, disse na segunda-feira (7) durante uma sessão do parlamento que não prometeu, nem assinou nenhum acordo com os EUA para comprar o milho americano.

A declaração de Abe foi uma resposta para uma pergunta de Yukio Edano, do Partido Democrático Constitucional do Japão, um partido de centro-esquerda, contrário a algumas políticas do gabinete de Abe, especialmente referentes ao uso da energia nuclear e a revisão da Constituição.

Edano questionou o premiê japonês em relação aos motivos do Japão ter aceitado comprar o milho americano. O parlamentar pediu os valores envolvidos na compra e os motivos da promessa feita por Abe para o presidente dos EUA, Donald Trump.

Abe respondeu a Edano que devido a pragas surgidas nas plantações de milho do Japão, o país dificilmente conseguirá tirar todo o seu sustento para consumo interno apenas com a produção nacional, por isso o Japão estuda comprar dos EUA.

No entanto, o primeiro-ministro japonês disse que falou para Donald Trump que o Japão pode comprar o milho americano, sem assinar nenhum acordo ou prometer nada.

Curtir e Compartilhar: