Curtir e Compartilhar:

O primeiro-ministro britânico Boris Johnson afirmou que seu país acabará com a livre-circulação de europeus em seu território caso o Reino Unido deixe a União Europeia no final de outubro.

A postura adotada pelo novo primeiro-ministro é mais dura comparada com a de sua antecessora, Theresa May.

“A livre circulação, como existe atualmente, acabará em 31 de outubro, quando o Reino Unido abandonar a União Europeia (UE)”, indicou uma porta-voz de Downing Street. “Vamos reintroduzir imediatamente regras mais rígidas em termos de criminalidade para as pessoas que entrarem no Reino Unido”, acrescentou.

A ex-primeira-ministra, Theresa May, tinha um plano menos radical de mudanças. Ela estudava permitir que os cidadãos europeus continuassem viajando, trabalhando e estudando no Reino Unido sem necessidade de trâmites, mesmo após a saída do país da União Europeia.

Curtir e Compartilhar: