Curtir e Compartilhar:

A Revista Super Vitrine aproveitou o tema música desta edição e bateu um papo com o Produtor musical, Engenheiro de som e recentemente nomeado membro do Grammy latino, Renato Iwai.

Radicado no Japão, Renato é membro fundador da Produtora Hyperbackers, que trabalha junto à gravadora Universal Music Japan, produzindo novos artistas. Além também de fazer parte de uma das maiores empresas da música J-POP, a CK Creative Holding, que no ano de 2015 ficou em primeiro lugar na ORICON (Ranking Música mais vendida do ano) e que em 2016 ganhou o maior prêmio da música japonesa o RECODO TAISHYO com a música do ano.

Em 2017, Renato assinou a produção de audivisual para empresas como Honda Trends e NEC, além de fazer a direcão musical do Game e desenho animado PurunPurun na China.

SV: Quando e como decidiu que seguiria o caminho da música?

R.I: O caminho da música me acompanhou naturalmente. Minha história começou muito cedo. Minha mãe e meus tios ouviam muita música dentro de casa. Me lembro que aos 5/6 anos de idade ganhei de presente de aniversário o LP ”BAD“ do Michael Jackson. Escutei muito esse álbum. Aos 10 anos, meu irmão tinha uma banda e ensaiava todos os finais de semana na garagem da casa de meu tio, e eu estava em todos ensaios. Um ano depois eu já arranhava violão e tocava baixo. Foi também quando montei minha primeira banda e desde então a música fez parte constante na minha vida. Não foi um processo de escolha minha. Acredito que a música me escolheu pra fazer parte dela.

SV: Como foi o processo até se tornar um engenheiro de áudio e produtor musical profissional?

R.I: Acredito que o processo iniciou-se antes mesmo que eu soubesse que existia essa profissão. Enquanto aprendia a gravar a demo da minha banda, por exemplo, (risos). Há cerca de 10 anos que sou Engenheiro de Áudio profissional. Durante esse período me dediquei bastante em alguns cursos específicos, e um deles foi um divisor de águas para mim: O curso de Mixagem Digital pela Berkley-USA. Dentro do processo de se tornar ou não um profissional a única coisa que lhe tornará um profissional, será o dia à dia no estúdio. Gravando e mixando centenas de trabalhos de diversos gêneros.

O meu lado de produção musical já é algo mais recente do qual iniciei há cerca de 5 anos atrás. Pelo fato de ser engenheiro de áudio e estar diariamente dentro de estúdio vivenciando muitas gravações e mixagens, adquiri uma bagagem de conhecimento do que funciona e do que não em uma gravação. Comecei palpitando em algumas gravações e quando percebi já estava produzindo.

SV: Como foram os seus primeiros passos na terra do sol nascente?

R.I: Os meus primeiros passos aqui no Japão, acho que foi o mesmo da grande maioria “Decasségui”. Foram muitas horas entre trabalhos de torno na fábrica durante o dia e tocando meus projetos pessoais à noite em casa. Isso durou um bom tempo, até um amigo japonês me convidar para montar seu estúdio em Kobe. Nessa mesma época comecei a assumir algumas mixagens e gravações de Osaka, Kyoto e Saitama. Em 2010, fiquei 6 meses trabalhando com o produtor Robert Regonati na preparação do DVD da cantora japonesa Tsubasa Imamura, e em 2012 o mesmo me convidou para ir trabalhar com ele nos estúdios da empresa Colormark, e na produção da cantora Tsubasa Imamura até o ano de 2015. Em 2016, me mudei para Tokyo, assumi novos desafios, conheci muitos artistas dos quais tive a oportunidade de dirigir musicalmente e estamos começando a colher os frutos dos trabalhos que fizemos com bastante carinho. Sou imensamente e eternamente grato a cada uma das pessoas que fazem e fizeram parte de todo o meu trajeto. Sem eles nada teria acontecido.

SV: Qual o era/ é o seu maior sonho dentro da música?

R.I: Um dos meus maiores sonhos era me tornar produtor musical em Tokyo. Hoje, graças a muitas dedicação, pessoas que me ajudaram e ao Universo, hoje posso dizer que realizei este.
Outro sonho era ter um time de produção que trabalhasse com uma gravadora japonesa. E hoje também temos a HYPERBACKERS, empresa que montei com amigos músicos/produtores e trabalhamos em conjunto a Universal Music Japan. Tinha o sontho de trabalhar com algum artista brasileiro; E acho que esse sonho realizei da melhor forma possível quando fiquei 40 dias no Brasil produzindo/gravando e mixando o álbum Outro Sol do cantor Max Viana.

Renato também participa do projeto Two Seventeen, composto pelo próprio, juntamente com o cantor e compositor Davi Zew’s e o guitarrista Thiago Elias, ambos brasileiros radicados no Japão. Sigam-os em: Instagram: @twoseventeenmusic Facebook: @two17

SV: Como é a vida de um produtor musical? De onde vc tira inspirações para produzir músicas de diversos estilos?

R.I: É uma vida sem rotina. Em algumas horas isso é maravilhoso e outras horas nem tanto assim. E se alto policiando diariamente para não cair na rotina no processo criativo e ser consciente que o produtor é somente uma ferramenta pra melhor mostrar o artista. Eu escuto muita música e estudo muito sobre gravações, timbres e elementos usados em cada gênero.

SV: Na sua opinião, o que um artista/produtor precisa para alcançar o sucesso?

R.I: Falar sobre sucesso é algo complicado e relativo, mas sem dúvida que em primeiro lugar acredito que vem o carisma. A maioria dos artistas que alcançaram o sucesso por conta do carisma. Mas não podemos esquecer da parte técnica. Estudo, dedicação e prática são a base de tudo. O cantor precisa se aperfeiçoar com técnicas vocais, estudo corporal, que também é muito importante, pois lhe dará maior controle sobre o seu corpo e lhe deixará com mais segurança em cantar e interagir com o público. Minha dica é primeiramente de acreditar muito no trabalho que está desempenhando, viver 100% da sua arte/música e não deixar se influenciar por pessoas que lhe digam que você não pode ser. Caso seja compositor, trabalhe a sua canção para que possa se expressar de uma forma que lhe represente, e que as pessoas que escutarem possam se reconhecer dentro da sua canção. No caso do produtor, procure buscar a sua identidade, inovar na escolha de instrumentos, timbres ou formas de mixagem/ masterização.

Siga Renato Iwai nas redes sociais:  
Instagram: @iwairenato
Facebook: Renato Iwai


Nos últimos 10 anos A COMUNIDADE brasileira no japão tem se diferenciado e muitos artistas, cantores & DJS tem despontado no cenário musical e chamado a atenção. conheça-os no nosso especial música & entretenimento

Especial Música & Entretenimento

Cantores
Mika e Casanova
Mika da Silva cantava jazz e pop americano desde 1997. Porém o que mais a fascinava era o belo violão ao som de bossa nova.
Paixão tanta, que a fez aprender a língua portuguesa. Atualmente Mika é comentarista em programa japonês do canal Daiichi TV e tem um quadro “Tempo do Café” na rádio FM hi de Shizuoka. Roberto Casanova nascido em São Paulo, sempre se interessou pela música japonesa desde os seus 22 anos. Ele ganhou inúmeras competições com pronúncia natural e voz suave, conquistando o povo japonês. Ganhou o campeonato de 2010 da NHK. Mika e Roberto, casados, participaram juntos de séries e entrevistas televisivas no Japão, além de muitos programas da Rede Globo. Atualmente o casal vive no Japão e cantam em diversos eventos e shows, levando música e entretenimento ao público.
Instagram: mika.dasilva
Facebook:
Mika Da Silva
Instagram: robertocasanova.cantor
Facebook: Roberto José da Silva

Facebook (2): ROBERTO CASANOVA MUSIC OFFICE
Cel: 080-1617-0775

Cantora
Giulia Jung
Giulia Negreiros Jung nascida em São Paulo, Brasil, começou a cantar aos 4 anos, e cresceu com o desejo e sonho de se tornar uma cantora famosa. Seu estilo leva desde o pop, até o rock. Suas maiores inspirações artísticas são: Sandy, Avril Lavigne, Hilary Duff e Celine Dion. Aos 12 anos se mudou para o Japão, onde realizou muitos shows em sua escola. Apaixonada pela música, deu sequência na carreira e no Japão, além de shows, canta em casamentos e aniversários.
Para conhecer mais sobre o trabalho da GIulia Jung e contratá-la entre em contato:
YouTube: Giulia Jung
Instagram: giulia_jung21
Facebook: Giulia Jung
Cel: 070-4073-5732

Instrumentista
Beto Cunha
Saxofonista e tecladista e toca em diversos casamentos, eventos e shows. Indicado prêmio de melhor instrumentista no PRESS AWARD JAPÃO 2018, para ele, é muito satisfatório saber que tem o reconhecimento do seu trabalho, do qual faz com muita dedicação. Beto também leciona música, e deseja que seus alunos tenham a oportunidade de aprender a tocar instrumentos.
Contatos para shows e eventos:
Facebook: Beto Cunha Barduco Otino,
Cel: 090-6587-7482

Banda
BANDA KMG
Composto por quatro amigos músicos que se uniram com intuito de criar uma banda que proporcionasse ao público entretenimento e alegria. O repertório escolhido pela banda é eclético para alegrar todos os gostos, desde o rock ao sertanejo. A banda deu início há dois anos e os integrantes tocam sempre em casas de shows, eventos e festas particulares.
Conheça mais sobre o trabalho da Banda KMG nas redes sociais.
Facebook: Banda KMG
Cel: 090-8077-5403

Cantora
Sônia Santos
Natural da cidade de Entre Rios/BA, vem se destacado no Japão com sua música, o forró raiz. A cantora faz apresentações em eventos e casas de shows com seu triângulo nas mãos e sua voz marcante consegue fazer os brasileiros se sentirem mais perto de casa. O que para ela o mais gratificante é ver a alegria de todos ao cantar e resgatar as origens de seu povo.
Ganhadora do Press Award Japão 2017, e indicada na edição de 2018.
Contatos para shows e eventos:
Facebook: Sônia Santos
Cel: 080-1589-8972

DJ
DJ Luan
Luan Tamaki é Dj há mais de 5 anos e atualmente toca nas empresas Marhaba Lexbom Bar, Tropicana International Club, Tops Music Bar e Taboo International Bar. O DJ também participa de diversos eventos voltados à comunidade estrangeira no Japão. Para ele, é muito bom atuar nessa área musical, pois desde criança sempre gostou de músicas eletrônicas e pretende levar ao público mais entretenimento, como aniversários, formaturas e eventos.
Conheça mais sobre os seus trabalhos nas redes sociais. Contatos para eventos:
Facebook: Luan Tamaki
Cel: 080-4208-7619

DJ
DJ Heltin
Helton Kawajiri, mais conhecido como DJ Heltin, começou tocando contra baixo na banda Latitude 35. Com o passar do tempo se dedicou na carreira de Dj e atualmente toca em shows de artistas e baladas. Heltin criou a Republika Productions, uma produtora de eventos que já atua há mais de 6 anos por todo o Japão, proporcionando ao público eventos para pessoas de todas as idades. Para ele, poder oferecer esse tipo de entretenimento é satisfatório, pois a comunidade estrangeira no Japão merece.
Contatos para eventos:
Cel: 070-2218-4279
Facebook: Heltin Kawajiri
Facebook: Dj Heltin
Facebook: Republika Productions

MC
MC Haru

Conhecido pelo público por sempre estar tocando e fazendo animação com apresentação em vários tipos de eventos, MC Haru trabalha também com aniversários, casamentos, concursos, feiras, formaturas, karaokês, palestras e shows. Toca sempre nas festas brasileiras no ID Bar em Nagoya e promete alegrar suas festas, levando muita música e diversão.
Conheça mais sobre os seus trabalhos nas redes sociais.
Facebook: Haru Yuzawa
Cel: 080-3599-6492

Cantora
Mayumi Hirose
Nascida no interior de São Paulo, canta desde os 5 anos de idade. Seu estilo de musical é pop rock e músicas românticas. Este ano (2018), participou do concurso Novos Talentos e ganhou o 3º lugar. Consequentemente foi convidada a cantar e abrilhantou o maior festival de música voltado a comunidade brasileira no Japão, o Festival Brasil Tokyo 2018.
Mayumi diz que seu sonho desde pequena é ser cantora profissional e levar a música no mundo inteiro. Conheça mais sobre os seus trabalhos nas redes sociais.
Contatos para shows e eventos:
Facebook: Mayumi Hirose
Cel: 080-4808-0886

Banda
DAHU
Originada em Abril de 2001, a Banda Dahu traz aos palcos um vasto repertório nacional e internacional, sempre mesclando músicas atuais e clássicos que marcaram época. O repertório constitui-se de uma fusão de Rock, Reggae, Pop, Dance e Flashback. Apresentam ao público um show diversificado, com um repertório alegre e dançante, totalmente customizado para cada ocasião.
Cel: 090-9170-3032 
Facebook: bandadahu
Instagram: dahuband
www.bandadahu.com

Cantor
Davi Zews
Natural da terra de todos os santos, cidade de Salvador, para a terra do sol nascente, o cantor baiano Davi Zew’s, atravessou os 7 mares parar radicar-se na terra do Sol nascente. Em solo nipônico desde 2012, o cantor, compositor, multi instrumentista que já foi premiado na categoria “Melhor CD de Música Brasileira na Ásia” pelo Brazilian Internacional Press Awards, participou de programas de TV, comerciais de TV japoneses, teve sua música, “Cruzando os Sete Mares”, como tema de abertura do Festival Cinema Brasil no Japão, além de videoclipes lançados pela MTV Brasil, Vh1 e PlayTV. O cantor também chamou a atenção em grandes festivais musicais, como o Brazilian Press Awards em Fort Lauderdale (Flórida), Brazilian Day Tokyo e Festa do Brasil Nagoya, onde dividiu palco com artistas consagrados como: Preta Gil (2012), Guilherme Arantes (2014), Luiza Possi (2015), Paula Lima (2016) e Toni Garrido (2018)
Instagram: @davizews
Facebook: Davi Zews Band
YouTube: Davi Zews

Spotify: Davi Zew’s

 

Curtir e Compartilhar: