Curtir e Compartilhar:

O gabinete do governo japonês anunciou na sexta-feira (8) que um total de 2.802 pessoas seguem em abrigos temporários depois da passagem do tufão n°19.

Embora um mês tenha se passado desde a passagem do tufão, a situação em 10 províncias ainda segue instável, com muitas pessoas vivendo fora de suas casas.

A maior parte dos refugiados estão na província de Fukushima, com 1.162 pessoas. A região foi a mais afetada pela passagem do tufão n°19.

Em seguida aparece Nagano com 825 pessoas e Miyagi com 449 pessoas.

Curtir e Compartilhar: