Curtir e Compartilhar:

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) publicou um relatório sobre as atuais condições de trabalho e problemas laborais no mundo.

A publicação ocorreu dias antes da realização do encontro entre ministros do trabalho dos países do G20, ocorrida no domingo (1).

A principal questão abordada no documento foi a situação dos trabalhadores mais velhos. O número de pessoas acima dos 50 anos que não trabalham e precisam de apoio é de 42 pessoas em 100 nos países do bloco, segundo a estatística de 2018. Em 2050, esse número subirá para 58 pessoas.

No Japão a estatística foi de 46 pessoas em 2018 e será de 59 em 2050. Muitos países do bloco não tem leis que protegem ou permitem os idosos a trabalharem por um longo período de tempo. Eles costumam ser despedidos de suas empresas com o passar dos anos para dar espaço a nova geração, gerando novos problemas sociais.

O relatório da OCDE aponta para a necessidade de melhorar as possibilidades de emprego e carreira para os mais velhos, embora não aponte nenhuma medida concreta para a questão.

Curtir e Compartilhar: