Curtir e Compartilhar:

A rede de lojas de conveniência Seven Eleven foi acusada de não pagar o salário dos seus funcionários por cerca de 7 anos.

O Departamento de Padrões de Trabalho descobriu que as lojas conveniadas da Seven Eleven passavam para a sede da empresa que o salário dos funcionários estava sendo corretamente pago, quando, na verdade, apenas parte dele era apenas registrado como pago, mas não havia chegado às mãos dos trabalhadores.

O esquema afetou cerca de 30 mil funcionários da rede, durante um período de 7 anos. O total não pago foi avaliado em 490 milhões de ienes.

A Seven Eleven prometeu que tomará medidas para que os salários não pagos, sejam colocados nas contas de seus funcionários o mais rápido possível.

No entanto, acredita-se que há a chance de outros esquemas semelhantes terem sido feitos pela Seven Eleven durante quarenta anos. As investigações desde caso ainda estão em curso.

Curtir e Compartilhar: