Curtir e Compartilhar:

TÓQUIO – O primeiro-ministro Shinzo Abe anunciou o fim do Estado de Emergência em Osaka, Hyogo e Kyoto, conforme já havia sido previsto pela imprensa japonesa na manhã de quinta-feira (21).

Abe falou com os jornalistas por volta das 18 horas, depois da resolução de retirada das três províncias ter sido aprovada no parlamento japonês.

Osaka, Hyogo e Kyoto foram consideradas pelos especialistas como províncias seguras. A análise se deu com base nos números mais atuais de novos casos da doença, além da capacidade do sistema médico de saúde de cada província.

O premiê japonês agradeceu o duro trabalho dos profissionais de saúde e o esforço da população em se manter isolada em casa.

“Agradeço profundamente a todos os profissionais de saúde que estão fazendo todo o possível na linha de frente (contra o coronavírus), assim como, os esforços da população em evitar sair de casa”, disse Abe os jornalistas.

Por outro lado, Hokkaido, Tóquio, Kanagawa, Chiba e Saitama permanecem no Estado de Emergência. As cinco províncias terão sua situação avaliada novamente no dia 25 de maio. Se os especialistas julgarem que a situação melhorou, o Japão inteiro estará livre do Estado de Emergência.

O premiê japonês também enfatizou que o governo está reforçando o sistema de saúde do país para estar pronto no caso de uma segunda onda da doença. Abe tem enfatizado que a luta contra o coronavírus continua, pois o vírus não desapareceu e segue vivo na sociedade. O primeiro-ministro mostrou sua intenção de trabalhar junto dos governadores e demais autoridades de cada região.

Curtir e Compartilhar: