Curtir e Compartilhar:

O dia 10 de setembro é o “Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio”, data estabelecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para lutar contra a prática.

A organização liberou na segunda-feira (9) dados dos 183 países ligados à entidade, revelando números sobre o suicídio em cada uma das nações.

Segundo o relatório, em 2016 o número de suicídio no mundo foi de cerca de 800 mil, o que significa que a cada 40 segundos, uma pessoa se suicidou. As estatísticas indicam que, com exceção do continente americano, houve redução das taxas em todas as regiões do mundo.

No Japão, o número foi de 14,3 suicídios para cada 100 mil pessoas. A média mundial ficou em 10,5. A OMS alertou que embora o Japão tenha melhorado os seus números nos últimos anos, ainda precisa fazer mais para chegar na média mundial.

Por outro lado, o suicídio no Japão é baixo comparado com os países do topo da tabela. Na Guiana o número ficou em 30,2, sendo o campeão de suicídios no mundo. Na Rússia foram 26,2 e na Coreia do Sul 20,2.

Na lista aparecem outros países como Lituânia, Lesoto, Uganda, Sri Lanka e Índia.

O Brasil apresenta 6 suicídios para cada 100 mil habitantes. No país, os homens são os que mais se suicidam, com 9,4 para cada 100 mil, enquanto a taxa para as mulheres é de 2,6.

A OMS informou que grande parte das pessoas que se suicidam são jovens entre 15 e 29 anos.

Curtir e Compartilhar: