Curtir e Compartilhar:

O desemprego no Japão aumentou para 2,5% no mês de novembro, segundo dados do Ministério dos Assuntos Internos e Comunicações do Japão.

O número total de pessoas empregadas no país ficou em 67,09 milhões, um aumento de 1,57 milhão em relação ao mesmo período de 2017, o 71° mês seguido de alta.

Pouco mais da metade das novas vagas foram para o mercado informal de trabalho, com 810 mil postos a mais do que no ano passado. O total de pessoas atuando nesse mercado foi de 21,42 milhões.

A quantidade total de desempregados ficou em 1,68 milhão, o que representa 10 mil desempregados a menos do que em 2017. Contudo, comparado ao mês anterior houve uma piora de 0,1% na estatística.

O ministério classificou a piora como um processo natural, uma vez que os trabalhadores estão saindo de seus empregos por conta própria e procurando novas oportunidades em um cenário de falta de mão-de-obra em determinados setores.

A volatilidade da mão-de-obra levou a uma leve piora da taxa, mas segundo o governo ela se mantêm em um dos menores patamares em 25 anos, provando que as condições de trabalho estão melhorando aos poucos no país.

Fonte: NHK WEB NEWS

Curtir e Compartilhar: