Curtir e Compartilhar:

A taxa de desemprego no Japão em outubro permanece em 2,4%.

O Ministério dos Assuntos Internos e Comunicação do país informou que o número de pessoas empregadas no país é de 67,87 milhões, com alta de 620 mil pessoas em relação ao mês anterior, sendo o 82° mês seguido de alta.

As mulheres representam a maior parte da nova força de trabalho, com 460 mil pessoas, totalizando 30,37 milhões de pessoas. É o número mais alto desde o ano de 1958.

Por outro lado, muito da nova mão-de-obra foi contratada em regimes instáveis de trabalho, como part time, arubaito ou haken. O aumento dessa categoria foi de 400 mil pessoas, sendo que representam 21,96 milhões de trabalhadores na força total de trabalho do país.

A taxa de emprego entre as pessoas de 15 a 64 anos é de 78,2%, sendo que entre as mulheres é de 71,8%. A estatística é a melhor desde 1968.

O número de desempregados no país é de apenas 1,64 milhões. Houve aumento de 10 mil pessoas em relação ao mês anterior.

Curtir e Compartilhar: