Curtir e Compartilhar:

Um trem-bala da linha Kyushu-Shinkansen ficou parado por quase 4 horas em decorrência do forte terremoto de magnitude 5.0 ocorrido na noite de quinta-feira (3).

O modelo Tsubame 333 saiu da estação de Hakata e seguia em direção à Kumamoto, quando às 18h10 o terremoto sacudiu a província.

O trem que levava 130 passageiros teve que fazer uma parada de emergência e ficou estacionado à 150 m da estação de Shin-Tama.

Um repórter da NHK que estava por coincidência dentro do vagão, relatou que no horário do tremor, o celular de todos os passageiros tocou o alerta de terremoto.

Ele revela que pouco depois, o condutor do trem-bala avisou sobre a situação em Kumamoto, tranquilizando os passageiros. O repórter disse que não houve confusão ou problemas dentro do vagão, uma vez que a terra não voltou a tremer.

A JR Kyushu informou que o trem só conseguiu retornar as atividades horas depois, chegando ao destino por volta das 22h30, 4 horas depois do previsto.

Os passageiros do Tsubame 333 esboçaram reação de alívio quando o trem chegou em segurança ao destino.

Uma família de 5 pessoas que retornava para a cidade de Tamana estava dentro do vagão. A dona de casa, Miho Suzuki de 32 anos, relatou ao canal Jiji Press que: “Finalmente chegamos. Foi uma viagem longa. Estamos com fome e aliviados por chegarmos inteiros”.

O filho da senhora Suzuki, Touma de 7 anos, disse à imprensa que: “As luzes do trem apagaram e tudo ficou escuro, mas não senti medo, pois meus pais e irmãos estava junto comigo”.

O incidente fez com que parte dos passageiros pedissem o dinheiro de volta por conta do ocorrido. Uma grande fila se formou na estação de Kumamoto.

A JR Kyushu informou por volta das 5h da manhã de sexta-feira (4) que a revisão dos trens já foi realizada e nenhuma anormalidade foi encontrada. O serviço de shinkansen da empresa deve funcionar normalmente na sexta-feira.

Fonte: Jiji.com, NHK WEB NEWS

Curtir e Compartilhar: