Curtir e Compartilhar:

Kyoto – A região de Arashiyama em Kyoto, conhecida pela floresta de bambus, registrou perto de 100 casos de bambus danificados com desenhos e palavras em línguas estrangeiras como inglês, chinês e coreano.

De acordo com a prefeitura da cidade de Kyoto os casos começaram a aumentar a partir de fevereiro. Desde então, em pouco menos de 3 meses cerca de 100 bambus haviam sido riscados com letras em línguas estrangeiras.

Muitos estrangeiros riscam e danificam os bambus, pois querem deixar uma lembrança de sua viagem em Kyoto. Grande parte dos turistas registra o seu próprio nome e a data nos bambus. Casais registram o nome de ambos, possivelmente para tirar uma foto e colocá-la nas redes sociais.

Contudo, o aumento na incidência de riscos e rabiscos nos bambus tem preocupado os administradores do local. Como as marcas são feitas com objetos pontiagudos, uma vez riscados, as marcas não desaparecem dos bambus mesmo após eles crescerem. Em casos como esse não resta outra alternativa a não ser cortar os bambus.

A prefeitura de Kyoto emitiu uma nota afirmando que caso as incidências não diminuam, o governo local estuda adotar medidas para diminuir e evitar novos casos. Até 3 anos atrás a entrada no bosque era paga, mas ela se tornou gratuita com o propósito de atrair os turistas. Com os recentes casos há uma chance do governo local voltar a cobrar entrada.

Fonte: NEWS 24, ANN NEWS e NHK WEB NEWS
Imagem: Sankei News

Curtir e Compartilhar: