Tradicional premiação do cinema japonês elege drama humano como melhor de 2017

Tradicional premiação do cinema japonês elege drama humano como melhor de 2017

COMPARTILHAR

A tradicional revista especializada em cinema Kinema Junpou realizou na noite de ontem (dia 12) a premiação dos melhores filmes, diretores e atores de 2017. O evento foi realizado no bairro de Bunkyo, em Tóquio.

O filme “Yozora wa itsudemo saiko mitsudo no aoiro da” foi eleito o melhor do ano.

O longa-metragem baseado na obra da poeta Tahi Saihate conta a história de uma enfermeira e um operário de fábrica que acabam se conhecendo por acaso nas agitadas ruas noturnas de Tóquio. Em meio a insegurança e os dilemas da vida, o filme vai pouco a pouco mostrando o desenvolvimento da relação dos dois personagens.

O diretor Yuya Ishii vencedor do prêmio de melhor roteiro do ano, com a referida obra comentou o seguinte sobre a adaptação num longa-metragem:

“Tentei fazer um filme que passasse a sensação de solidão e vazio que muitos jovens de Tóquio sentem. Sensação essa, que muitas vezes não é possível expressar com palavras” disse o diretor.

Entretanto, apesar da alta avaliação por parte da imprensa especializada, no site de avaliação de filmes eiga.com, a obra recebeu nota 3.5/5.0 por parte dos usuários.

O trailer do longa-metragem pode ser visto logo abaixo.