Curtir e Compartilhar:

O tufão n°15 chegou no Japão e por volta das 5 da manhã de segunda-feira (9) estava passando perto da cidade de Chiba, no extremo leste do país.

No momento a região de Kanto, em especial, Chiba e as províncias próximas estão sofrendo com a ação dos fortes ventos, que estão danificando estruturas, paralisando os transportes e provocando quedas de energia.

Por volta das 7 da manhã, o n°15 seguiu para Ibaraki, avançando a uma velocidade de 25 km/h. Ele deixará o arquipélago japonês por volta das 10 horas, mas seus efeitos continuarão a ser sentidos na região ao longo do dia.

Os fortes ventos na região registraram 57,5 m/s em Chiba por volta das 4 e meia da manhã de segunda. Ventou forte nos dois principais aeroportos do Japão. Em Narita sopraram ventos de 45,8 m/s, enquanto em Haneda foram ventos de 43,2 m/s. Voos previstos para a segunda de manhã foram cancelados e as companhias aéreas pediram aos clientes para ficar atentos as novas informações do tufão.

O tufão também provocou queda de energia. A Tokyo Electric Company anunciou que por volta das 7 horas da manhã, 621.700 residências da província de Chiba estavam sem energia elétrica por conta do tufão. Em Kanagawa foram 147 mil, com 82.700 residências em Ibaraki, 41.600 em Shizuoka, 10.900 em Tóquio, 1.600 em Saitama e 500 em Tochigi.

Para as próximas horas deve chover cerca de 50 mm de chuva em uma hora em muitas partes da região de Tohoku e Kanto. As chuvas devem durar durante a tarde de segunda-feira. O volume esperado até a manhã de terça-feira é de 150 mm para Tohoku e 100 mm para Kanto.

Curtir e Compartilhar: