Curtir e Compartilhar:

O número de viajantes chineses no Japão diminuiu acentuadamente em meio à disseminação do novo coronavírus.

Uma agência da ONU estima que a queda afete a indústria do turismo do Japão, registrando uma perda de quase US $ 1,3 bilhão, desde o início do ano.

A Organização da Aviação Civil Internacional (ICAO) publicou suas previsões sobre possíveis impactos econômicos das proibições de viagens da COVID-19.

O documento diz que cerca de 70 companhias aéreas cancelaram todos os vôos internacionais para ou da China continental e que outras 50 companhias aéreas reduziram as operações aéreas relacionadas.

A agência acrescentou que isso resultou em uma redução de 80% na capacidade de companhias aéreas estrangeiras para viajantes que voam diretamente para ou da China.

A agência disse que os impactos do novo vírus devem ser maiores do que os causados pela epidemia de 2003 da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS).

Ele disse que o surto de COVID-19 levou a uma queda acentuada no número de turistas chineses em todo o mundo, e que o Japão pode perder 1,29 bilhão de dólares em receita de turismo no período de janeiro até agora.

Curtir e Compartilhar: