Curtir e Compartilhar:

TÓQUIO – O montante financeiro coletado pelo governo japonês com o sistema de saúde nacional (kokumin kenko hoken) caiu pelo 5° ano consecutivo, segundo relatório publicado na segunda-feira (27) pelo governo.

Os dados são de 2018 e foram coletados pelo Ministério do Trabalho, Saúde e Bem-estar do Japão. O funcionamento do sistema de saúde nacional depende da contribuição dos cidadãos do país, dos governos de cada prefeitura, além de receber subsídio do governo central.

O número de contribuintes caiu em 1,19 milhão de pessoas, por conta do envelhecimento da população do país. O valor arrecadado caiu em 107,8 bilhões de ienes, fechando com 2,67 trilhões de ienes, o quinto ano seguido de queda.

O dinheiro injetado pelo próprio governo japonês somou 3,45 trilhões de ienes, enquanto o do governo de cada prefeitura totalizou 1,11 trilhão de ienes.

A diferença entre a arrecadação e gastos com o sistema fechou no positivo, apesar da queda no número de contribuintes, ficando em 21,5 bilhões de ienes.

O governo prevê que será preciso injetar mais dinheiro no sistema nos próximos anos devido ao envelhecimento da população.

Curtir e Compartilhar: